1junho, 2008

Notinhas econômicas preocupantes:

 

PAC não anda, mas empresas investem em infra-estrutura

“Nunca na história deste país um governo esteve tão bem-intencionado, com palavras, na infra-estrutura. Mas continua extremamente defasado em relação ao que pretendia fazer”, diz Luiz Fernando Santos Reis, presidente do Sinicon (Sindicato Nacional da Indústria da Construção Pesada), com 450 filiados e que representa 60% do setor.

 

SINAL QUE GOVERNO NÃO TEM GRANA! TUDO FALÁCIA!

 

Golpe de morte na Lei Fiscal

  

… no ano passado, por iniciativa da Secretaria do Tesouro Nacional, o governo enviou ao Congresso um projeto para corrigir o que parecia ser um excesso da LRF.

O governo federal, alegando que considera injusto que, por causa da irresponsabilidade do Legislativo ou do Judiciário, um Estado não possa levantar empréstimos, inclusive internacionais, para custear obras de infra-estrutura, decidiu revogar a proibição.
Na quarta-feira, a Câmara dos Deputados aprovou o projeto do governo, mas com modificações que praticamente demolem as fundações da Lei de Responsabilidade Fiscal. A menos nociva das emendas – por si só devastadora – permite a contratação de créditos, mesmo que o Executivo, além do Judiciário e do Legislativo, não cumpram os limites com pessoal. O projeto, acrescido dessa emenda, foi aprovado pelos 342 deputados presentes.

 

Economista do Goldman Sachs Jim O’Neill diz que país atrairá investimentos, mas que queda das commodities será “desafio”

-“Saberemos se o Brasil está indo para algum lugar quando os preços das commodities começarem a cair. O forte aumento nos preços tornou as coisas muito fáceis para o Brasil”

 

Lula fala

“Todo mundo sabe que o trabalho na cana é duro. Como é duro o trabalho de um balconista que fica atendendo a gente atrás do balcãozinho das seis da manhã à meia-noite.”

“Não é mais duro do que o trabalho em uma mina de carvão que foi a base de desenvolvimento da Europa. Pegue um facãozinho e passe um dia cortando cana e desça numa mina a noventa metros de profundidade para explodir dinamite, para você ver o que é melhor.”

“O problema não é acabar ( com os cortadores de cana), é você saber onde vai colocar mais de um milhão de trabalhadores.”

 

Se ele e ministros não sabem, quem irá saber?

 

Anúncios

4 Respostas to “”

  1. eu diria que ele quer um naco maior. Talvez ele seja ligado a algum politico da “oposição”. Não tenho dúvidas que quando alguém de peso reclama é porque o jabá não chegou.

  2. paschoal said

    Depois que foi criada uma secretaria de promoção governamental (leia-se lobista profissional) a fim de promover o Brasil no exterior, rapidamente recebemos a classificação de BBB- e, agora, de novo por outro órgão também a mesma classificação.
    Concordo plenamente com o Rayol, esse tal de O’Neill, não está -ainda- na folha de pagamento do governo(???) lulla.

  3. zepovo said

    É meus amigos, a rapadura é doce mais é dura !

  4. Star said

    Oi Stella, tô viva! apesar de tudo a gente vai levando, pra onde…. é duvidoso.
    Esse é o tempo da propaganda, fazendo propaganda tudo vende e pra fazer propaganda muita grana rola, e no nosso caso ladeira abaixo porque quando o produto não convence, mais cedo ou tarde acaba parado na prateleira empoeirada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: