28setembro, 2008

A FALAÇÃO E A REALIDADE

“Inteligência não tem nada a ver com conhecimento. Inteligência nasce dentro de nós. Eu tenho o maior conhecimento porque eu entendo o sentimento da alma do povo brasileiro” (Lula)

“Quando criamos o Prouni tinha um tipo de gente que fazia discurso assim contra o governo: “ah, estão privatizando a educação”, “ah, estão dando dinheiro para universidade particular”. Ou seja, os babacas não percebiam que estávamos fazendo uma revolução na educação brasileira” (Lula)

“Aí tinha um tipo de estudante daqueles que vocês sabem, que vai para a reitoria querer bater no reitor. “Ah, 18 alunos é muita gente na sala de aula, 18 alunos vai atrapalhar a educação”. O babaca rico que já estudava não queria que o pobre tivesse a chance” (Lula)

Governo perde controle de 7% das crianças do Bolsa-família

“Eles querem ajudar os bancos e não querem ajudar os pobres. Muitas pessoas ficaram sem as suas casas com essa crise. Isso tudo foi culpa de um sistema que resolveu especular com o setor imobiliário” (Lula)

As regras brasileiras de recuperação judicial – que ganharam o apelido de “nova lei de falências” – foram, de acordo com Bastos, desenvolvidas nos moldes do Capítulo 11 da legislação de falências norte-americana, à qual o banco de investimento Lehman Brothers recorreu para pedir concordata. Entretanto, em seu artigo 2º, o texto é claro: é proibido que instituições financeiras sejam beneficiadas pela recuperação judicial.

Os políticos de Washington também não têm direito à imunidade parlamentar.

Como é no Congresso americano

SALÁRIO – Os vencimentos anuais dos congressistas americanos giram em torno de 162 mil dólares (R$ 356.400).

BENEFÍCIOS – Não tem direito a auxílio-moradia ou passagens áreas, pagos do próprio bolso.

RECESSO E FERIADOS – A folga corresponde a 45 dias do ano, além da interrupção dos trabalhos nos 10 feriados nacionais.

IMUNIDADE PARLAMENTAR – Os parlamentares não têm direito a foro privilegiado.

SESSÕES PARLAMENTARES – Ocorrem de segunda a sexta-feira.

CONVOCAÇÃO EXTRAORDINÁRIA – É raro, apenas em casos excepcionais.

Como é no Congresso Nacional

SALÁRIO – O parlamentar brasileiro ganha aproximadamente 188 mil dólares (R$ 413.399) por ano.

BENEFÍCIOS – Recebem mensalmente auxílio moradia de R$ 3.000, mais quatro passagens aéreas, entre outros.

RECESSO E FERIADOS – A folga de 90 dias: em julho e de 15 dezembro a 15 fevereiro.

IMUNIDADE PARLAMENTAR – Parlamentares têm direito a foro privilegiado. SESSÕES PARLAMENTARES – Votações são realizadas de terça a quinta-feira, na maioria das vezes.

CONVOCAÇÃO EXTRAORDINÁRIA – Em 18 anos foram feitas 18 convocações.

 

Pré-sal: especialistas não vêem necessidade de nova estatal

 

Previ perde R$ 10 bilhões em renda variável com crise

quem garante que essas financeiras (que ficam pegando clientes até pelas ruas), inclusive ligadas a bancos tem liquidez suficiente para agüentar a alta inadimplência que vem ocorrendo no país?

 

29/09

É o que venho dizendo insistentemente

 

BC vê brasileiro mais endividado, mas em condições de pagar as contas

será que tem mesmo condições de pagar? Se os investimentos, principalmente no PAC que seria o grande gerador de empregos, não vem sendo feito a contento.

 

em tempo … A CÂMARA AMERICANA REJEITOU O PACOTE 

Anúncios

2 Respostas to “”

  1. Groo Veiga said

    Esta comparação entre os nobres congressistas brasileiros e norte-americanos vou até copiar e tentar divulgar por aí. Informações como estas sao interessantes…muito interessantes.

    “1,04 milhão de crianças, as prefeituras não conseguem achá-las. “Não sabemos se essas crianças estão ou não na escola. O mais provável é que seja apenas um problema de cadastro. Não acreditamos que todas elas estejam fora da escola”.

    Ingenuidade, pra não dizer outra coisa. O que tem de aluno evadido nas escolas não é brincadeira. Só que muitos diretores não contabilizam e considera-os como “matriculados” para a) a escola não perder verbas, é claro; b) o diretor não ser chamado a responder pela evasão escolar e c) a escola não perder professores – as secretarias de educação dos municípios querem salas no ensino fundamental com pelo menos 40 alunos. Tomemos como exemplo duas 7a.s séries. A turma A com 20 alunos e a turma B com 25 alunos. Determinação da secretaria é juntar as turmas, formando uma só. Com menos turmas, menor carga horária para o professor, que tem que se virar pra cumprir sua carga horária.

    Pra mim o maior absurdo assistencialista que existe é o PROJOVEM. O sujeito estuda, tem aulas com temática profissionalizante e pra “motivá-lo” ainda recebe uma bolsa de R$ 100. E muitos caem fora. Querem mesmo é a “carteirinha pra estudante” que dá direito a meia-passagem, meia-entrada em cinemas…

  2. Com esse chaos financeiro mundial eu que nao vou me meter a besta e fazer crediário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: