educação

23outubro, 2009

Matando cachorro a grito

BRASÍLIA – Segundo dados macroeconômicos do IBGE, o desemprego caiu e a renda cresceu, voltando aos patamares pré-crise.
Mas, segundo dados da realidade, colhidos pela Folha numa quilométrica fila de inscrição de concurso no Rio, a coisa é bem feia.
São 1.400 vagas para gari. Fora tíquete alimentação, vale-transporte e plano de saúde, o salário é de R$ 486,10. O suficiente para atrair 109.193 inscritos até ontem, dos quais 45 doutores, 22 mestres, 1.026 com nível superior completo e 3.180 incompleto.
Seria uma competição injusta com os que só têm até a quarta série do ensino fundamental -o mínimo exigido para a inscrição-, não fosse a inclusão de testes como flexões abdominais e corrida, literalmente mais suados e mais úteis que títulos e canudos para uma profissão tão sofrida quanto necessária. O risco é o sujeito ou a sujeita sair com a sensação de que estudou tanto, mas nem para gari serve.
Mal tiram a beca da formatura, a engenheira corre para um concurso de fiscal da Receita, o jornalista disputa qualquer vaga em qualquer repartição pública, o administrador de empresas aceita ser digitador no Itamaraty. Advogados caem às pencas de toda parte, até de táxis e quadros de portaria.
Na posse do ministro Samuel Pinheiro Guimarães (SAE), terça-feira, Lula encheu o peito para dizer que o ProUni colocou quase o mesmo número de estudantes que as universidades federais desde elas que existem. Mas para quê?
Há muito investimento a fazer em educação, inclusive no ensino público superior e no profissionalizante, e há dúvidas sobre essa multiplicação de vagas particulares.
Enche as burras de entidades privadas e tende a frustrar profissionais com diplomas inúteis na parede da sala. Será que é assim que se melhora o IDH, a qualidade do emprego e a própria educação? PS: Ainda dá tempo. As inscrições para gari no Rio só terminam hoje. FSP – Eliane Cantanhêde

por e-mail

valedoparaba

então tá ….. os pobres e miseráveis devem estar aliviados com esta *preocupação* da igreja

“Quero aproveitar a ocasião para lembrar que a Igreja continua com a sua luta a favor do projeto de fichas limpas na política”, disse o secretário-geral da CNBB. “A coisa pública exige o mínimo de ética de quem a pratica.” Em suas declarações, d. Dimas lembrou ainda que a Igreja está preocupada com os pobres do País, que muitas vezes permanecem à margem da sociedade e dos processos políticos.Lígia Formenti e Roladão Arruda – Estadão
-“Quero aproveitar a ocasião para lembrar que a Igreja continua com a sua luta a favor do projeto de fichas limpas na política”, disse o secretário-geral da CNBB. “A coisa pública exige o mínimo de ética de quem a pratica.” Em suas declarações, d. Dimas lembrou ainda que a Igreja está preocupada com os pobres do País, que muitas vezes permanecem à margem da sociedade e dos processos políticos.  Lígia Formenti e Roladão Arruda – Estadão

cpi do MST?
“o PT nunca deixou de apoiar o MST, mesmo que faça algumas críticas” secretário de Movimentos Populares – Renato Simões
O PT convidou o MST e outros movimentos sociais para discutir o governo Lula e colaborar com a campanha e o programa de governo de Dilma Rousseff (Casa Civil) em 2010.
O movimento, objeto de uma CPI no Congresso, é um dos principais convidados de um “colóquio” com o PT neste fim de semana em São Paulo.
João Paulo Rodrigues, um de seus principais líderes:- (“Queremos discutir a conjuntura, fazer um balanço do governo Lula e convidar os movimentos a um diálogo sobre 2010”) dividirá amanhã uma mesa de debates com o chefe de gabinete de Lula, Gilberto Carvalho, e o presidente da CUT, Artur Henrique. Dilma também estará no evento, em uma mesa separada.  Fábio Zanini  FSP

documentário: DISCONNECTED

Anúncios

3 Respostas to “educação”

  1. Stella, pior mesmo sobre o MST foi o tal manifesto dos “intelectuais”…Triste e inoportuno. Para variar esse pessoal está a margem do senso comum com essa ideologia barata de beira de rua.

  2. guto leite said

    Bom dia Stella .. em primeiro lugar gostaria de expressar um pedido de desculpas pelo sumiço .. em segundo, não podemos culpar pura e simplesmente o governo do grande asno pela situação a qual vivemos .. entenda bem, não estou eximindo de culpa esse senhor .. mas a crise na educação existe a muito tempo nesse pais .. entra governo sai governo e a merda continua a mesma .. eu me lembro que em 1992, estando eu na condição de sindico no prédio onde residia, resolvi reformular o quadro de funcionários .. coloquei um anúncio de emprego num jornal de grande circulação aqui do Rio, solicitava mulheres pra trabalharem em turnos de 12×36 como auxiliares de portaria .. qual não foi a minha surpresa ao receber os mais de 70 currículos, e constatar que desses, mais da metade eram de pessoas com o terceiro grau completo .. ai eu me pergunto, o que leva as pessoas a procurarem um emprego abaixo da sua formação .. será que é o ensino que esta uma bosta? .. será que essas pessoas fizeram um terceiro grau nas coxas e não se sentem habilitadas a procurar emprego dentro da sua área de formação .. por a culpa na crise a meu ver é simplório demais .. sinceramente eu não tenho respostas pra essa situação .. só sei, que, se nada for feito pelo ensino, esse tipo de coisas continuaram acontecendo .. é lastimável .. um beijo grande do amigo sumido .. Guto Leite.

  3. Saramar said

    Stella, vejo que meu amigo Guto Leite antecipou uma das minhas idéias sobre a educação brasileira.
    Aliás, quando ouço falar em Prouni, confesso que tremo, de raiva e indignação.
    Acredito que, com este programa, o governo (?) deu margem à criação de milhares de cursos só-para-inglês-ver, coisa em que Luiz Inácio é mestre.
    Todos, inclusive o Ministério da Educação, já sabem do nível das faculdades que brotaram como praga, em cada esquina do país.
    Destes todos, porém, ninguém diz ou faz nada para proteger os alunos, principalmente o governo que finge dar a eles a oportunidade de acesso ao ensino superior quando, na verdade, transforma-os em vítimas de outros espertalhões ávidos do dinheiro público, liberado por meio do Prouni.
    É a enganação levada ao limite.

    beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: